INSEMINAÇÃO: a inserção da esperança

23 de março de 2021

Seja por dificuldade de engravidar ou pelo desejo de uma produção independente, a inseminação artificial já ajuda há algum tempo muitas mamães viverem a sonhada maternidade.
Mas e depois da inseminação, o que fazer?
Infelizmente nem sempre a inseminação artificial dá certo. A primeira coisa a se fazer, é a realização do teste de gravidez para avaliação dá eficácia do método.
Uma vez que a inseminação foi realizada com sucesso e o embrião encontra-se em desenvolvimento, o próximo passo é iniciar o pré-natal imediatamente.
O médico logo irá solicitar um ultrassom osbtétrico endovaginal: realize o exame somente após a 6ª semana da gestação, as chances de ver o embrião são maiores e assim você evita a frustração de ter que repetir o exame futuramente com a grande dúvida se está tudo bem.
Após a realização do ultrassom, estando tudo bem e a gestação estando datada, o pré-natal segue normalmente, como o de qualquer outra mulher que engravidou naturalmente.
Se existem riscos de abortamento ou má formações? infelizmente sim. Como toda gestação sempre há riscos, mas os mesmos vão sendo avaliados ao longo de toda gravidez.
No mais, é só curtir o momento 🥰
E parabéns mamãe ❤️